Olha a chuva | #52semanasdegratidão


Fala meus leitores e leitoras, mais uma semana de gratidão sendo demonstrada através de palavras.

O que falar da minha semana? O que aconteceu para ser grato dessa vez? Algumas pessoas acham que é incomodo, outras adoram e agradecem e é isso que venho agradecer hoje, pela chuva.


Na minha cidade e região não chovia a mais de um mês e isso de certa forma é preocupante, pois começam a ocorrer racionamento de água, a natureza sofre com a seca, o ar fica seco e traz diversos problemas respiratórios e muitos outros fatores que a falta de chuva causa.

Pois bem, tem gente que não gosta muito de chuva, mas meus amigos, aqui em Santa Catarina não chovia a pouco mais de um mês e eu já entrei em desespero, imagina nossos amigos que vivem no Nordeste onde os períodos de estiagem das chuvas podem durar anos.

A chuva é importante para revitalizar a terra, sem ela as plantas não se desenvolvem, o rio não flui e se purifica, os animais ficam sem água, a vida se esvai.

É um ciclo importante para o desenvolvimento de todo o planeta e devemos ser gratos por cada gota que cai, devemos parar de reclamar tanto e ser mais gratos por aquilo que nos é dado.

Eu também não gosto de ficar com meus pés molhados só por ter ido na padaria, ou as roupas não secarem no varal porque não tem sol, mas sei que a chuva é necessária e importante para o meio ambiente em um geral.

Algumas pessoas irão usar o argumento: mas se chover muito vai alagar tudo e dar enchente.

Olha meu amigo, só existem enchentes em cidades porque o ser humano, destruiu a natureza que possuía como função conter a agua dos rios, se chama mata ciliar, com a construção indevida na beira de rios, então não reclame de algo que você próprio pode ter ocasionado.

E não apenas isso, mas aquele papel que você jogou na rua, o menor papel, que você julgou inocente e que não iria influenciar em nada, mas pense da seguinte maneira, você jogou um papel, o outro mais um, e mais trinta pessoas, cinquenta, mil, um milhão, quantos papeis não é mesmo? E foi culpa de a chuva ter alagado tudo? NÃO.

Este era para ser um texto apenas de gratidão, mas porque não ressaltar a conscientização ambiental, certo?

Faça a diferença, não jogue papeis na rua, coloque na lixeira, na bolsa, mas não no chão, faça a sua parte que tudo se ajeita, lute para preservar o verde, lute pela natureza que te provê alimento, saúde, equilibro.

E seguindo com o assunto da chuva...

Nós reclamamos de coisas mínimas, que acabamos fazendo de um grão de poeira uma tempestade de areia e temos que começar a mudar essa linha de pensamento.

Começar a ser grato pelas coisas mais variadas, se algo deu errado, aprenda com esse erro (sei que já cansou de ouvir isso, mas é a verdade), não excomungue ou lance maldições aos quatro cantos do planeta por aquele erro, se algo aconteceu ninguém é responsável além de você mesmo, já pensou nisso?

Já ouviu aquela frase: joga para o universo que ele te dá em retorno aquilo que mereces.

Então, o que você anda jogando para o Universo, gratidão ou maldição?

Era isso que eu tinha para trazer hoje de gratidão, a chuva que molhou a terra e que animou o verde, a chuva que me traz momentos de tranquilidade e horas a dentro de leitura, a chuva que me faz relaxar e curtir a vida, a chuva que limpa, que restitui, que purifica e que me faz sentir que estou vivo.

Até a próxima, abraços.





6 comentários

  1. Olá, Douglas!
    Agradecer pela chuva é ter bom entendimento de Deus... Ele precisa regar a terra e fazer brotar frutos para nos saciar...
    Seja feliz e abençoado!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, com certeza!! Obrigado pelo comentário, abraços.

      Excluir
  2. Douglas:
    Mais uma semana de gratidão, né?
    Pois é tudo está certo na natureza.
    Um abraço e um final de semana promissor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim.. mais uma graças a Deus!! Abraços =]

      Excluir
  3. A chuva em muitos momentos, assim como muitos fenômenos da natureza se tornam objetos de inspiração para escrever, assim como foi para você Douglas. Que bom que a chuva chegou na sua terra te inspirando a escrever esta bonita crônica.
    Tudo de Bom! Excelente tempo de chuva!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo comentário, me senti agraciado com tão belas palavras. Abraços

      Excluir